Um homem foi morto na tarde desta terça-feira numa troca de tiros com a Guarda Nacional Republicana (GNR) perto do Intermarché de Fernão Ferro, no Seixal. Dois militares foram baleados.

O homem, que possuía um mandado de detenção por tráfico de droga, foi abordado pela GNR e disparou contra um dos militares. O suspeito estava acompanhado por uma mulher, que ficou ferida.

O Observador apurou, às 23h30 desta terça-feira, que foram feitas perícias pela PJ. A cerca policial, prevista para durar duas a três horas, não tem hora para terminar — e, segundo a GNR, deverá “demorar”.

Os militares da Guarda abordaram o suspeito, o qual se encontrava acompanhado por uma mulher, tendo este reagido e disparado contra um dos militares, seguindo-se uma troca de tiros”, lê-se em comunicado da GNR.

Neste momento, está a ser prestada a assistência médica aos militares e à mulher. Não é ainda conhecido o hospital para que se dirigiram os feridos.

A GNR avança ainda que no local “estão mobilizados diversos meios do Comando Territorial de Setúbal e da Unidade de Intervenção (UI)”. Foi ainda detido um homem por resistência e coação.