Os rumores não são recentes mas, até agora, nada parecia ser definitivo, uma realidade que mudou com a chegada de 2021 — Kim Kardashian e Kanye West parecem ter levado à letra o ditado popular “ano novo, vida nova”, com o casamento de muitos anos a chegar ao fim. Várias fontes afirmaram à norte-americana Page Six que o “divórcio está iminente” e que Kim já contratou Laura Wasser, conhecida advogada das celebridades, para chegar a acordo com o artista.

Ao meio já citado, uma fonte anónima argumenta que o previsível futuro ex-casal está a optar pela discrição, mas que a relação chegou efetivamente ao fim. A ser verdade, é mais um elemento a juntar-se à lista crescente de factos que parecem apontar nessa direção: Kim não tem sido vista a usar a aliança e Kanye tem passado os últimos tempos num rancho de vários milhões em Wyoming, incluindo a quadra natalícia (ao invés de se juntar à família Kardashian). Além disso, Kanye fez uma aparição relâmpago na festa extravagante que assinalou os 40 anos da mulher.

Kimopólio e os 40 anos de Kim Kardashian

A mesma fonte assegura que Kim tem feito muito para proteger e ajudar Kanye tendo em conta a saúde mental do músico — em julho de 2020, a socialite defendia publicamente o artista ao recordar que este tem um distúrbio bipolar, apelando ainda à compaixão e empatia gerais. As palavras de Kim não vieram ao acaso e surgiram como reação a comentários inusitados de West — entretanto apagadas, as publicações do rapper faziam referência a um plano de Kim para prendê-lo, afirmando ainda que há dois anos que mantinha o desejo de se divorciar da socialite. “Este divórcio está a acontecer agora porque a Kim cresceu muito”, assegurou ainda a fonte não identificada.

O colapso nervoso de Kanye West no Twitter: “A Kim estava a tentar prender-me”

Já outra fonte alega que Kanye quer distância de toda a família e deu a entender que o rapper considerava “intolerável” o reality show protagonizado pelas Kardashian. A Page Six refere ainda que o processo de divórcio está já a decorrer, mas que ainda não é certo a forma como as diferentes propriedades do casal vão ser divididas.

A notícia de uma eventual separação está a ser veiculada na imprensa internacional, com a People a dar destaque a uma outra fonte que defende um cenário não tão drástico ao referir que o ainda casal está a fazer terapia e a explorar as opções em cima da mesa. Já o E! cita mais uma pessoa não identificada — que à partida será próxima de Kanye e de Kim — que refere que a socialite quer tomar a melhor decisão possível para a família e que, apesar de a relação amorosa entre ambos ter chegado ao fim, ela vai sempre cuidar do rapper.

Laura Wasser. A ‘rainha dos divórcios’ entre a elite de Hollywood

A verificarem-se os rumores, este será o terceiro divórcio de Kim, que já antes contratou Lausa Wasser — que em tempos representou Angelina Jolie, Britney Spears e Johnny Deep — quando se divorciou do jogador de basquetebol Kris Humphries. Kim e Kanye casaram em 2014, numa cerimónia em Itália, e têm quatro filhos: North, de 7 anos, Saint, de 5, Chicago, quase a celebrar o terceiro aniversário, e Psalm, de 19 meses.