Um total de 1.737 passageiros britânicos foi controlado em 72 voos nos três primeiros dias deste ano, terminado o período de transição do Brexit em 31 de dezembro, informou esta terça-feira o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Em comunicado, o SEF adianta que o controlo dos 1.737 nacionais do Reino Unido ocorreu “sem registo de constrangimentos no controlo de fronteira”.

O aeroporto com maior fluxo de passageiros britânicos foi o de Faro, com 688 passageiros, seguido de Lisboa (629), Madeira (240), Porto (177) e Tires (3), precisou o SEF.

O SEF lembra que atualmente vigora legislação que autoriza o tráfego aéreo, com destino e a partir de Portugal de todos os voos de e para países que não integram a União Europeia ou que não sejam países associados ao Espaço Schengen, como é o caso do Reino Unido, exclusivamente para viagens essenciais (por motivos profissionais, estudo, reunião familiar, razões de saúde ou humanitárias) ou destinadas a permitir o trânsito ou a entrada ou saída de Portugal a nacionais de países terceiros, incluindo do Reino Unido, com residência legal em Portugal.