O Ministério da Saúde (Misau) de Moçambique anunciou este sábado mais quatro mortes por covid-19 e 764 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim de atualização diária sobre a pandemia.

As mortes divulgadas, todas de pessoas de nacionalidade moçambicana, com idades entre os 48 e 78 anos, foram declaradas na terça, sexta-feira e este sábado.

Com os números deste sábado, Moçambique passa a ter um total acumulado de 587 mortes e 54.968 casos, dos quais 63% recuperados e 244 internados. Desde março de 2020, Moçambique já testou 401.368 casos suspeitos, dos quais 2.770 nas últimas 24 horas.

A região da Cidade de Maputo 195 casos, correspondendo a 25% dos casos anunciados hoje, seguida pela Província de Sofala com 147 casos, correspondendo a 19%. Sofala é atualmente uma das preocupações das autoridades.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O Ministério da Saúde anunciou que está a preparar o bloco oftalmológico do Hospital Central da Beira, capital provincial, para que se possa transformar numa ala de isolamento adicional para doentes com covid-19.

Segundo o ministro da Saúde, Armindo Tiago, citado pela televisão STV, este bloco será utilizado caso o Hospital 24 de Julho, atual centro de tratamento covid-19 na Beira, fique sem camas. A taxa de positivos na Beira “é extremamente alta”, disse o ministro, salientando que na última semana passada era superior a 40%.