O colunista do The New York Times especializado em tecnologia Kevin Roose vendeu esta sexta-feira a sua coluna, na qual aborda o fenómeno dos ativos únicos digitais, por 563.400 dólares (cerca de 478.000 euros), através de uma plataforma online.

A venda da coluna publicada na quarta-feira encerrou sexta-feira em 350 unidades da criptomoeda Ethereum, que equivale no câmbio atual a mais de meio milhão de dólares.

Os NFT são ativos digitais que devido a uma tecnologia de cadeia de blocos, denominada blockchain, ficam registados como únicos, irreplicáveis e cujo historial de transações pode ser seguido desde a origem da “obra”.

Isto fez com que vários ativos deste tipo, nomeadamente, o primeiro tweet do fundador do Twitter, Jack Dorsey, fosse vendido por mais de 2,4 milhões de dólares (mais de 1,8 milhões de euros).

Jack Dorsey, fundador do Twitter, vende “tweet” inicial por 2,4 milhões de euros

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A aplicação de blockchain abriu um mundo de arte digital, na qual o criador daquele conteúdo pode registar a obra como única e o comprador pode certificar a sua autenticidade. A utilização dos criptomoedas também se tornou preferencial para as transações deste segmento de mercado de arte.