Chamam “turismo de quarentena” àquilo que tem acontecido na Sérvia, o país escolhido por muitos turistas indianos que se deparam com barreiras nas viagens para muitos destinos, já que a variante Delta prevalece na Índia e este é o segundo país com maior número de casos no mundo. Partem da Índia e fazem paragens intermédias noutros países para quarentena antes de irem para o destino final. A Sérvia é um dos países que tem beneficiado com o aumento do turismo.

A justificação, explica a Reuters, passa sobretudo pelas medidas sérvias que permite aos turistas indianos terem direito a entrar sem terem visto, caso estejam vacinados, e por terem apenas de apresentar um teste negativo. Depois disso, cumprem um período de quarentena de sete dias e fazem novo teste no final dos dias de isolamento.

Jagdish é indiano, vindo da cidade de Visakhapatnam, e está em Belgrado a caminho dos Estados Unidos. Esperou ainda que as coisas começassem a abrir e que pudesse viajar sem tantas restrições, mas como tal não aconteceu escolheu a Sérvia como paragem intermédia. “As coisas não estavam a abrir…então escolhemos a Sérvia porque não precisamos de visto… e Belgrado também é uma cidade bonita para explorar”, disse Jagdish à Reuters.

O setor turístico na Sérvia é responsável por cerca de 2,5% do PIB do país, e apesar das perdas no setor no ano passado parece estar a começar a recuperar. Muitos hotéis relatam níveis de lotação elevados, sobretudo no mês de julho. “Eu não lhe chamaria turismo de quarentena, mas no fundo resume-se a isso. Há mesmo muitos hotéis que estão lotados”, explicou Ilija Smiljanic, gerente da cadeia hoteleira Mark Group.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O turismo na Sérvia registou em junho um aumento anual de 48,4% no que diz respeito à chegada de turistas, sendo que também o número de dormidas aumentou 39,3%, revelou o gabinete de estatística do país citado pela Reuters. Parte desse turismo deve-se também a esta mudança de rota de muitos passageiros indianos que optam por esta passagem no país antes de voarem para outros destinos que não permitem que cheguem diretamente da Índia.

A 11 de julho a Sérvia surpreendeu muitos turistas indianos que dantes viajavam sem restrições para o país exigindo uma repentina quarentena de sete dias para quem passava a chegar da Índia. O Times of India relatava que, na altura, ficaram vários viajantes presos no aeroporto de Belgrado, sendo o destino final o Canadá — que proíbe turistas vindos da Índia, mas não turistas vindos de Belgrado. O processo é simples: da Índia voam para Belgrado, fazem quarentena e teste PCR e apresentam um resultado negativo para voarem depois para o Canadá.