329kWh poupados com o
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo MEO

Veja as melhores ofertas de telecomunicações aqui.

Centro de Vacinação da Azambuja vandalizado durante a noite

O Centro de Vacinação para a Covid-19 de Azambuja foi vandalizado durante a noite. O chão e as escadas de acesso foram pintados a tinta vermelha e os toldos do abrigo exterior rasgados.

No centro da Azambuja foram vacinados contra a Covid-19 14.608 pessoas com a primeira dose e 11.152 com as duas doses da vacina
i

No centro da Azambuja foram vacinados contra a Covid-19 14.608 pessoas com a primeira dose e 11.152 com as duas doses da vacina

LUÍS FORRA/LUSA

No centro da Azambuja foram vacinados contra a Covid-19 14.608 pessoas com a primeira dose e 11.152 com as duas doses da vacina

LUÍS FORRA/LUSA

A Câmara da Azambuja lamentou esta segunda-feira os atos de vandalismo que foi alvo o Centro de Vacinação para a Covid-19 do concelho, com destruição de estruturas colocadas no exterior e pintura do chão e escadas de acesso.

Fotografias enviadas por este município do distrito de Lisboa mostram o chão e as escadas de acesso pintados a tinta vermelha e os toldos do abrigo exterior rotos.

Em nota de imprensa, a autarquia “lamentou e manifestou o seu total repúdio contra os atos de vandalismo praticados” na última noite, adiantando que tenciona participar a ocorrência às autoridades policiais.

Até 06 de agosto, no centro da Azambuja foram vacinados contra a Covid-19 14.608 pessoas com a primeira dose e 11.152 com as duas doses da vacina.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Desde o início da pandemia, o concelho regista 1.886 casos confirmados de Covid-19, dos quais 25 estão ativos, 1.821 recuperaram e 40 morreram, de acordo com informação divulgada esta segunda-feira pelo município na sua página na rede social Facebook.

A Covid-19 provocou pelo menos 4.361.805 mortes em todo o mundo, entre mais de 207,19 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.573 pessoas e foram registados 1.004.470 casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

A página está a demorar muito tempo.