353kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

PSP abre inquérito disciplinar a atuação dos três agentes que dispararam para o ar em jogo da distrital de Setúbal

No final de um jogo entre o Montijo e o Vitória B os jogadores e adeptos envolveram-se em confrontos e os agentes no local fizeram disparos para o ar para tentar terminar confusão. PSP abre inquérito.

Polícia de Segurança Pública
i

TIAGO PETINGA/LUSA

TIAGO PETINGA/LUSA

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A PSP abriu um inquérito disciplinar à atuação dos três polícias que dispararam para o ar durante confrontos entre adeptos no estádio do Olímpico do Montijo no final do jogo contra o Vitória de Setúbal B. O final do jogo da primeira divisão distrital, da Associação de Futebol de Setúbal, ficou marcado por confrontos entre os presentes. Os vídeos dos confrontos começaram a circular nas redes sociais e é possível ver os agentes da PSP a tentar acabar com os confrontos com bastonadas e, alguns, a usar armas para disparar tiros para o ar.

Num comunicado enviado às redações ao final da noite, a PSP confirma as “agressões entre diversos cidadãos, incluindo adeptos das duas equipas que invadiram o campo”.

“Na sequência da intervenção policial três polícias produziram disparos de advertência, com arma de fogo, para o ar; Foi aberto um inquérito disciplinar para averiguar se os recursos a arma de fogo cumpriram com a legislação e regulamentação interna aplicáveis”, avança a PSP no comunicado.

A PSP esclarece ainda que “não resultaram ferimentos nem danos” na sequência da ação policial, incluindo os disparos efetuados e que só com a intervenção policial “foi possível fazer cessar a desordem e as agressões e repor a ordem pública no recinto desportivo”.

Os confrontos serão ainda reportados “às autoridades competentes, quer desportivas, quer judiciais”, esclarece a força policial.

Ao Observador, ao início da noite o comando distrital de Setúbal da PSP já tinha confirmado “uma confusão e disparos de tiros para o ar”, mas não adiantou mais detalhes. O oficial de dia de ligação ao Comando explicou que ainda não tinha recebido o relatório do expediente e que, por isso, não havia mais informações a acrescentar nomeadamente de quantas pessoas estiveram envolvidas e se houve ou não detenções em consequência dos confrontos.

Notícia atualizada às 23h35 com informação enviada no comunicado da Polícia de Segurança Pública

A página está a demorar muito tempo.