O cantor e rapper norte-americano Drake decidiu retirar-se da corrida aos Grammys, os prémios anuais da indústria musical dos Estados Unidos da América.

Drake estava nomeado em duas categorias, “Melhor Álbum de Rap” e “Melhor Performance de Rap”, mas pediu para ser excluído das votações. O pedido foi respeitado pelos organizadores, que já retiraram Drake da lista de nomeados. Os prémios da próxima edição dos Grammys serão entregues a 31 de janeiro, em Los Angeles.

A informação está a ser avançada por várias publicações norte-americanas. A revista Variety, por exemplo, cita como fonte “um representante” da entidade organizadora dos Grammys, que junta músicos, produtores musicais, engenheiros de som e outros profissionais da indústria musical. Já a agência de notícias Associated Press cita “duas pessoas conhecedoras da decisão”, que “falaram sob condição de anonimato por não estarem autorizadas a discutir publicamente o assunto”.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.