252kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

i

O novo iMac vai ter modelos em sete cores diferentes

O novo iMac vai ter modelos em sete cores diferentes

Os iMac coloridos estão de volta. As cinco novidades do primeiro evento de 2021 da Apple /premium

No primeiro evento de 2021, a Apple apresentou novos iMac com um total de sete cores, um iPad Pro com um processador de computador, uma Apple TV 4k e uns Airtags para não perder nada.

Num evento totalmente online, devido à pandemia de Covid-19, Tim Cook, o presidente executivo da empresa Apple, apresentou as novidades da empresa para 2021. Tudo a partir dos parques da sede da Apple, em Cupertino, na Califórnia. Houve bastantes anúncios — até os Airtags, um rumor que havia desde 2019. Contudo, de todos os novos produtos, um destacou-se: o computador iMac, que volta a ter várias cores, consoantes os gostos dos utilizadores.

Além dos Airtags e dos computadores coloridos, a Apple divulgou também um novo iPad Pro que até tem uma versão 5G, uma Apple TV 4K renovada, e até teclados e ratos. Abaixo, deixamos todas as novidades apresentadas nesta terça-feira.

iMac em verde, rosa, amarelo ou azul?

Os novos iMac são vendidos em sete cores

Era o rumor que tinha mais força e foi confirmado. Depois de ter lançado os primeiros portáteis com os processadores M1, feitos pela Apple, a empresa anunciou uma nova versão dos iMac, os computadores de secretária all-in-one [ecrã e computador num aparelho só] da marca. Afinal, o último modelo deste aparelho foi lançado em 2017 e ainda contava com os processadores da Intel. E não é só processador que é novidade, também há sete cores que pode escolher, uma câmara frontal de alta definição e um design fino, completamente renovado.

De acordo com a Apple, além do processador M1, estes computadores têm entre 256Gb e 512Gb de armazenamento, memória RAM de Gb, e um “ecrã de retina 4.5K”, de 24 polegadas. Além disso, todas as versões têm quatro entradas USB-C. Adicionalmente, a Apple vai vender ainda dois modelos com mais três entrada USB-C e com uma entrada de ethernet no transformador de energia.

Os novos iMac, que são vendidos num total de sete cores — verde, amarelo, cor de rosa, laranja, roxo, azul e prateado –, estão equipados com câmaras frontais de alta definição “1080p FaceTime HD camera”. Por outras palavras, estão “preparados para videochamadas”, como disse a Apple no evento. Para isso, a empresa equipou estes aparelhos com seis colunas e microfones que prometem captar apenas a voz do utilizador, mesmo que este esteja numa sala barulhenta.

Em Portugal, os novos iMac podem começar a ser encomendados a partir de 30 de abril e vão estar disponíveis a partir da “segunda quinzena de maio”. O modelo  inicial, que apenas está disponível em quatro cores, tem um preço recomendado de 1.499 euros. Já as outras versões, com mais entradas USB, mais memória (o modelo mais caro) e mais opções de cores, custam 1.719 e 1.949 euros.

iPad Pro com 5G e um processador como o dos computadores

O novo iPad Pro utiliza os processadores M1 que também são usados pelos Macbooks e iMac

Este é outro rumor que se confirmou e está relacionado com o novo iPad Pro. A nova versão anunciada esta terça-feira tem como principal destaque o processador M1, o mesmo que equipa os novos macbooks e iMac. Ou seja, o iPad Pro deixou de ter um processador como o do último iPad Air para passar a ter um igual aos dos computadores. “Este o iPad Pro é 50% mais rápido do que o anterior”, diz a Apple. E não é a única novidade, há também uma versão que tem uma antena 5G.

Em relação ao design do último iPad Pro, praticamente nada mudou. A única verdadeira diferença é nas câmaras traseiras, que agora têm um sensor LIDAR, que permite reconhecer a profundidade de um espaço com mais detalhe. De resto, as mudanças são potentes, mas discretas. O ecrã Liquid Retina XDR promete mais definição está presente no modelo de 12,9 polegadas. No de 11 polegadas, o XDR sai mas a Apple promete, igualmente, imagens mais nítidas.

Além da versão com acesso à rede de telecomunicações 5G do iPad Pro, estes novos tablets vêm também equipados com antenas Wi-Fi 6, com câmaras frontais de 12 megapíxeis e uma lente grande angular que promete seguir o utilizador. À semelhança dos modelos anterior, o iPad Pro tem apenas uma entrada thunderbolt que é compatível com USB-C. Não bastam estas novidades? O Magic Keyboard, o teclado com um trackpad para os iPad mais recentes, tem uma nova cor: branco.

O iPad Pro pode começar a ser encomendado a partir de 30 de abril e vai estar disponível a partir da “segunda quinzena de maio”. A versão mais barata, com 11 polegadas e 128Gb de armazenamento tem um preço de 909 euros. A mais cara, de 12,9 polegadas e 2Tb de memória interna, custa 2.289 euros.

Airtag, para que não perca nada

Os Airtag funcionam como os Tile e as Lapa

Para quem não gosta dos Tile ou das Lapa, a Apple tem agora uma solução: os Airtag. À semelhança destes dois produtos, estes círculos que se utilizam com um porta-chaves ou deixam-se dentro de uma carteira servem para ajudar o utilizador a encontrar os objetos que não quer perder. Como? Através da app “Find My”, que é utilizada para encontrar outros equipamentos da Apple, e a tecnologia bluetooth. Há apenas três senãos: se os Airtag não estiverem ao alcance do seu bluetooth pode valer-lhe de pouco ter este acessório, porque não o encontrará; se se esquecer de carregar a bateria após um ano, também não servem para muito.

Porém, mesmo com estes senãos, estes airtag podem ser a salvação para quem tem a cabeça no ar e deixa para trás, por exemplo, um casaco com um destes aparelhos no bolso. Caso o utilizador se afaste, o airtag pode começar a apitar para ajudar a encontrar e, com a ajuda de outros utilizadores, pode encontrar um objeto dado como perdido e que alguém tenha detetado. Nos EUA, cada um custa 30 dólares, havendo um pacote de quatro airtags pelo valor de 99 dólares. Em Portugal, os Airtags vão estar disponíveis a partir de 30 de abril e custam, de acordo com o site oficial da Apple, 35 euros por unidade ou 119 euros por um pacote de quatro unidades.

Após quatro anos, a Apple TV 4K foi renovada

A Apple TV 4K torna qualquer ecrã numa televisão inteligente

Desde 2017 que a Apple TV, o aparelho da empresa que transforma qualquer ecrã numa televisão inteligente, não tinha uma nova versão. Afinal, não havia muito para melhorar. A última versão já disponibilizada imagens em 4K e o fino comando era dos mais competentes neste mercado. Isto até esta terça-feira. Com a nova Apple TV 4K, a empresa renovou este aparelho. Agora, é possível ver conteúdos com imagens em HDR (alta gama dinâmica). Além disso, o aparelho está equipado com o processador A12 Bionic, prometendo ser mais rápido. Contudo, ainda falta um ponto importante: o comando mudou de visual.

Agora, o comando larga o trackpad para voltar a ter uma roda clicável com controlo tátil como tinham os iPod. O “Siri Remote”, como lhe chama a marca, põe de lado o botão de microfone da Siri — literalmente, agora está na lateral do comando — e põe mais botões na parte frontal. De resto, faz tudo aquilo que o antigo já fazia, que é controlar a Apple TV, e até jogar alguns jogos do Apple Arcade.

A nova Apple TV já está disponível em Portugal com um preço a partir de 199 euros (versão de 32Gb).

App de Podcasts com subscrições, uma nova temporada de Ted Lasso, a promessa de um mundo melhor e teclados

Com as novidades de hardware explicadas fica a faltar o resto. Neste evento, a Apple também anunciou um novo visual para a App de Podcasts. Além disso, este serviço da empresa passa agora a ter uma versão premium para que quem queira pagar uma subscrição para ouvir os podcasts de que mais gosta, possa fazê-lo. E a Apple não se ficou por aqui. Relembrando os fãs de que tem um serviço concorrente à Netflix, o Apple+, a empresa anunciou uma nova temporada da série “Ted Lasso”, que chegará em junho, uma nova cor para o iPhone 12, roxo, um plano familiar para o cartão de crédito Apple Card e até prometeu um mundo melhor. Como? Até 2030 a empresa diz que vai ser “neutra em carbono”, prometeu Tim Cook.

E só mais uma coisa. A Apple divulgou ainda um novo teclado sem fios para computadores que tem um sensor de impressão digitais embutido na tecla de ligar e desligar. Para fazer a parelha com os iMac e o teclado, a empresa anunciou também sete novas cores para o rato magic mouse, assim como para o seu trackpad sem fios.

*Nota: artigo atualizado a 23 de abril, às 15h27, com a informação da venda e preço dos airtags em Portugal.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.