Em 2018, Pablo Iglesias, o secretário geral do Unidas Podemos e agora vice-presidente do governo espanhol, viu-se envolvido num escândalo em Espanha por ser dono, a par da sua mulher, de um chalé de luxo avaliado em 600 mil euros. Este ano, voltaram a surgir informações de uma nova compra milionária, mas nas redes sociais. “Iglesias comprou um Porsche Cayenne, a diesel, de 90 mil euros”, lê-se na publicação, citando o site “Moncloa”. Trata-se, no entanto, de uma publicação falsa.

Post que refere uma notícia que é, na verdade, uma brincadeira.

A verdade é que, olhando para o texto publicado pelo “Moncloa”, verifica-se que se trata de um texto do Dia dos Inocentes — assinalado a 28 de dezembro — que, em Espanha, serve como uma espécie de Dia das Mentiras (1 de abril) em Portugal. Logo no início do texto garante-se o seguinte: “Este artigo não reflete a verdade em nenhum caso.” Portanto, sendo partilhado como algo verdadeiro, mesmo que se garanta que é mentira, acaba por enganar os utilizadores. O artigo foi publicado em 2019, mas voltou a surgir nas redes sociais este ano.

Muitas destas brincadeiras ou sátiras transformam-se, depois, em notícias falsas, tal como garantiu o “Maldita. es”, fact-checker espanhol, que chegou à conclusão de que esta publicação não é verdadeira, no passado dia 30 de dezembro de 2019. Ou seja, esta informação falsa já é antiga e tinha sido anteriormente desmentida.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Publicação viral acabou desmentida por um fact-checker espanhol.

Por outro lado, outra publicação, a “Newtral”, start-up de conteúdos audiovisuais que também faz fact-checks, verificou também estas informações. Conta que Iglesias comprou um carro novo há dois anos, depois de se ter desfeito do seu Dacia Sandero, avaliado em 10 mil euros. No entanto, a sua declaração de bens apresentada ao congresso espanhol não fala sobre o modelo nem sobre o custo do novo automóvel. Mesmo assim, segundo essa declaração, percebe-se que o membro do Unidas Podemos tem 95,629 mil euros nas suas contas bancárias. Um valor inferior ao declarado no ano anterior em cerca de 15.500 euros

Sendo o valor do automóvel muito semelhante ao que está no saldo bancário, caso essa compra se confirmasse, o mais certo é que originaria nova polémica, tal como o caso do chalé de luxo. Algo que não aconteceu, depois de uma busca por notícias semelhantes na ferramenta de busca Google.

Conclusão

Não é verdade que o vice-presidente do governo espanhol, Pablo Iglesias, tenha comprado um automóvel no valor de 90 mil euros. Essa publicação cita uma notícia que, logo no início do texto, garante que o que escreve não corresponde à verdade. Ou seja, trata-se de uma brincadeira típica que costuma correr na internet aquando do Dia dos Inocentes — transformando-se numa espécie de Dias das Mentiras. O fact-checker Maldita.es também verificou esta publicação e considerou-a como falsa.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge