Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

João Galamba tem feito o seu caminho como pupilo do mestre, enquanto secretário de Estado-estrela do Ambiente. Segue na sua esteira, seguro e inabalável, emulando o percurso, ambientando-se ao mesmo entorno e consolidando a sua experiência burocrática e governativa.

Para além do mesmo caminho, Galamba adoptou o mesmíssimo estilo. É sarcástico, é arrogante, é agressivo, é intolerante, levanta a voz e irrita-se com vermelhidão quando a conversa não lhe interessa ou o interlocutor o põe desconfortável. Fala até de dedo em riste, com face desafiante e a cabeça ligeiramente inclinada.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.