Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Dediquei os últimos 10 anos da minha vida, entre outras coisas, à intervenção cívica e pública, com o olhar colocado na política, na Economia e no mundo, filtrado por uma orientação claramente liberal. Procurei que fosse uma intervenção independente, crítica e apartidária e estou convencido que o consegui.

Essa intervenção teve como faceta mais visível o conjunto de crónicas que fui escrevendo no Diário Económico, primeiro, no Jornal Económico depois e, nesta última fase, aqui no Observador. É a recolha de alguns desses textos que compõe o livro “Da Troika à Geringonça”, que apresentei há três dias e que marca o fim deste ciclo da minha participação mais activa e pública na vida política portuguesa.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.