1 Está de parabéns o Presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, pela excelente cerimónia de celebração dos 48 anos do 25 de Novembro que promoveu no passado sábado no salão nobre dos Paços do Concelho. “Celebramos Novembro precisamente porque somos democratas”, disse muito bem Carlos Moedas.

Juntamente com o general Rocha Viera, ambos recordaram nomes de democratas com diferentes e plurais sensibilidades que tiveram papel crucial no 25 de Novembro — como Mário Soares, Ramalho Eanes, Jaime Neves ou Melo Antunes.

2Neste mesmo sábado, António Barreto escreveu na sua crónica semanal no jornal Público mais um texto memorável, desta feita também sobre o 25 de Novembro e o 25 de Abril. Para sublinhar a continuidade democrática pluralista entre ambas as datas, Barreto intitulou o seu texto de forma lapidar: “25”.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.