Logo Observador
Crise no GES

Álvaro Sobrinho faz obras em casa junto à de Ricardo Salgado

125

Foi acusado por Ricardo Salgado de gestão danosa do Banco Espírito Santo Angola. Agora, o ex-banqueiro Álvaro Sobrinho pode mudar-se para junto à casa onde o ex-BES está em prisão domiciliária.

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Ricardo Salgado e Álvaro Sobrinho são inimigos declarados desde 2012. E em breve, talvez venham a ser vizinhos. O ex-diretor do Banco Espírito Santo em Angola (BESA), Álvaro Sobrinho, iniciou obras na casa que comprou há uns anos em Cascais, entre a Rua Visconde Gandarinha e a Avenida Humberto II de Itália, avança o Público esta segunda-feira. Em frente, localiza-se a moradia onde o ex-banqueiro Ricardo Salgado se encontra em prisão domiciliária.

As intervenções de Sobrinho no imóvel da Rua Visconde Gandarinha já chegaram aos ouvidos da vizinhança. Se para uns a intervenção é motivo para sorrir, para os mais próximos de Salgado, são motivo de “irritação”.

Os dois ex-banqueiros estão a ser investigados pelo Ministério Público no âmbito do caso Grupo Espírito Santo (GES). No dia 24 de julho, Ricardo Salgado ficou sujeito a prisão domiciliária e só poderá sair da residência que deu como morada mediante a autorização das autoridades e após comunicação ao juiz Carlos Alexandre.

Ricardo Salgado considera que o ex-presidente do BES Angola (BESA) e ex-acionista do GES é um dos culpados da queda do Banco Espírito Santo, tendo-o também acusado de gestão danosa no BESA.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt