Livros

“Portugal saído das sombras” em 46 imagens

122

O título é o do novo livro de Neill Lochery, que faz um retrato "da revolução de 1974 até ao presente". O Observador revela as fotos que acompanham o texto do autor inglês.

Neill Lochery é professor catedrático de Estudos do Médio Oriente e do Mediterrâneo na University College de Londres. Entre os temas aos quais tem dado especial atenção estão Lisboa, Portugal e momentos chave da história do país e do mundo.

“Portugal Saído das Sombras”, de Neill Lochery Presença)

O novo livro do académico, publicado originalmente em inglês no passado mês de fevereiro e agora disponível em português, é Portugal Saído das Sombras — Da Revolução de 1974 até ao Presente. E é no final da introdução que Lochery escreve:

A história da viragem de Lisboa e de Portugal para o mundo moderno começou no dia 25 de abril de 1974, mas a sua transformação numa nação democrática com uma saudável sociedade civil e política iria revelar -se mais difícil de alcançar do que meramente destituir o velho regime autoritário. O mundo exterior, sobretudo a Europa, ofereceu um amplo apoio a Lisboa para que fossem alcançadas as nobres metas de direcionar o país rumo à modernização. No entanto, este apoio tornou-se por vezes mais um obstáculo do que uma ajuda e impediu o Portugal democrático de amadurecer como um Estado moderno.”

É esta história que o inglês procura contar, começando nas consequências imediatas do 25 de Abril e terminando na visita de uma delegação do FMI em 2015, para “avaliar o sucesso do programa de resgate financeiro”. Pelo caminho, Lochery aborda a descolonização, os primeiros governos eleitos em democracia, a adesão à CEE, eventos marcantes como a Expo 98 ou o Euro 2004, as visitas do Papa João Paulo II ou da Rainha de Inglaterra, as cimeiras da NATO, a transição para o século XXI e os anos de austeridade.

Na galeria acima, o Observador publica as imagens que ilustram os 40 anos analisados em Portugal Saído das Sombras.

Neill Lochery é autor de títulos como “Lisboa, A Guerra nas Sombras da Cidade Luz, 1939-1945”, “Lisboa, A Cidade Vista de Fora, 1933-1974”, “Brasil, A Segunda Guerra Mundial” ou “A Construção do Brasil Moderno”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Livros

Livros para o Natal (I)

João Carlos Espada

Três livros sobre a indispensável associação entre liberdade e sentido pessoal de dever.

Sociedade

Um raríssimo Portugal

Paulo de Almeida Sande

Somos o povo acomodado, que exprime a angústia latente da bondade resignada, convencido de estar destinado à subalternidade, um povo submisso, que emula o estrangeiro e desdenha o nacional. 

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site