Logo Observador
Brexit

Escócia entrega pedido formal para segundo referendo sobre independência

O governo autónomo da Escócia notificou formalmente a primeira-ministra britânica, Theresa May, do pedido para organizar um segundo referendo sobre a independência do Reino Unido, acentuando uma crise desencadeada pela aprovação do 'Brexit'.

ROBERT PERRY/EPA

O governo autónomo da Escócia notificou esta sexta-feira formalmente a primeira-ministra britânica, Theresa May, do pedido para organizar um segundo referendo sobre a independência do Reino Unido, acentuando uma crise desencadeada pela aprovação do ‘Brexit’.

Escrevo para que sejam iniciadas as primeiras conversações entre os nossos governos para chegar a acordo sobre uma Ordem ao abrigo da secção 30.º da Lei da Escócia de 1998 que permita ao parlamento escocês legislar para um referendo”, escreveu a ministra principal (chefe do governo autónomo) da Escócia, Nicola Sturgeon numa carta para May.

Sturgeon, líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), afirmou na missiva que “o povo da Escócia tem de ter o direito de escolher o seu futuro, em resumo, de exercer o direito à autodeterminação”. O parlamento escocês aprovou na quinta-feira, com 69 votos a favor e 59 contra, a realização de um segundo referendo sobre a independência, consulta que só é vinculativa se for aprovada pelo governo de Londres.

May tem afirmado que “não é o momento” de realizar um novo referendo sobre a independência da Escócia. Cinquenta e cinco por cento dos escoceses recusaram a independência numa consulta popular realizada em 2014, mas no referendo de junho de 2016 sobre o ‘Brexit’, 62% votaram pela permanência do Reino Unido na União Europeia.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Educação

O Filipa e a escola pública

Maria José Melo

Portugal só será realmente um país civilizado quando existir consciência cívica por parte de todos os cidadãos. Foi esta visão que adquiri no Liceu D. Filipa de Lencastre e me acompanhou toda a vida.