Identidade de Género

Bebé canadiano, o primeiro sem designação de sexo

2.033

Searyl Atli, um bebé de oito meses, nascido no Canadá, recebeu um cartão de saúde sem definição de género, um caso único no mundo.

O cartão de saúde do bebé tem a letra U no espaço dedicado ao 'sexo', que pode ser 'indeterminado' ou 'não atribuído'

Um bebé de oito meses, nascido no Canadá, recebeu um cartão de saúde sem definição de género, um caso que pode ser único no mundo. Kori Doty, a mãe, é uma pessoa não-binária transgénero, ou seja que não se identifica nem com o género masculino nem com o feminino, e quer dar a oportunidade ao seu bebé de poder descobrir o próprio género ao longo da vida.

O cartão de saúde do bebé tem a letra U no espaço dedicado ao ‘sexo’, que pode ser ‘indeterminado’ ou ‘não atribuído’. Doty está a lutar para que o espaço do género seja mesmo omitido da certidão de nascimento. Doty argumenta que uma inspeção visual no nascimento não determina o género de uma pessoa para o resto da sua vida.

O bebé, Searyl Atli, nasceu em novembro do ano passado em casa de um amigo, na província canadiana de British Columbia.

Estou a educar Searly de uma maneira que ‘eles’ [o bebé] tenha o senso de auto comando do vocabulário e possa definir-se enquanto pessoa. Reconheço que ‘eles’ é um bebé e tento dar-lhe todo o amor e apoio para que ‘eles’ sejam a pessoa mais completa fora das restrições que acompanham a definição de menino e menina”, afirmou à CBC citado pela BBC.

Kori Doty, que faz parte do Gender-Free ID Coalition, disse que aqueles que se sentem diferentes da sua designação sexual, atribuída no nascimento, enfrentam dificuldades durante toda a vida, ao tentarem mudar os documentos.

Quando eu nasci, os médicos olharam para os meus genitais e assumiram aquilo que eu iria ser, e essas presunções perseguiram-me a vida inteira. Esses pré-conceitos estavam errados e tive de fazer muitos ajustamentos desde aí”, disse Doty.

No caso do bebé Searly, as autoridades recusaram-se a elaborar o certidão de nascimento sem a designação do género e tiveram de iniciar uma revisão judicial de todo o caso.

Barbara Findlay, a advogada da família que prefere que o seu nome seja escrito sem letras maiúsculas, disse à Global News: “A designação sexual na nossa cultura é feita quando um médico abre as pernas e olha para os genitais do bebé. Mas, nós sabemos que o género do bebé poderá não corresponder à sua identidade e não se desenvolver durante alguns anos”.

Os media canadianos reportaram que a certidão de nascimento deste bebé poderia ser a primeira no mundo a não ter designação sexual.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Identidade de Género

A Esquerda e a libertação do Homem

Pedro Morais Vaz

Vamos dar esta mensagem a jovens de 16 anos: “Ainda não tens maturidade suficiente para ingerir uma cerveja, mas não nos opomos a que troques de sexo”. Serei o único a ver algo de patológico nisto?

Identidade de Género

Totalitarismo

Paulo Tunhas
105

Age-se como se cada um fosse como um camaleão, pronto a se metamorfosear naquilo a que aspira. Podemos descer na escala dos seres até aos animais ou tornarmo-nos divinos, de acordo com a nossa vontade

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site