Renault

Uma questão de ambição: Renault quer 5 milhões de carros e oito eléctricos

A Renault está apostada em crescer rapidamente. Produz hoje 3,7 milhões de veículos, mas quer atingir 5 milhões, sendo que isso inclui o lançamento de oito eléctricos e 12 híbridos até 2022.

Autor
  • Alfredo Lavrador

Para a Renault e para o seu líder Carlos Ghosn, o céu é o limite. Pelo menos, em matéria de crescimento. A marca francesa revelou o seu plano industrial para os próximos anos, e nele vem expresso que o objectivo passa por incrementar a facturação para os 70 mil milhões de euros por ano, com margens operacionais de 7%, em vez dos actuais 5%. Para esta meta ser atingida, há que aumentar o volume de vendas dos 3,7 milhões, registados em 2016, para uns bem mais expressivos 5 milhões, o que representa um incremento de praticamente 40%.

Um crescimento de vendas desta ordem de grandeza implica necessariamente ampliar a gama, dotando-a de um maior número de veículos, não só automóveis como veículos comerciais, tanto a gasolina e diesel, como igualmente eléctricos. Assim, a Renault prepara-se para lançar 21 novos modelos, que vão favorecer a oferta na Europa, mas também nos BRIC, na Rússia e na China.

Para Europa, bem mais interessante é a decisão de aumentar a oferta nos eléctricos, que em matéria de automóveis está limitada ao Zoe, gama que em breve crescerá até aos oito modelos.

O número de híbridos – em que a marca apostou recentemente, apresentando versões mild hybrid, projecto já abandonado – vai ser alargado, oferecendo um total de 12 modelos distintos. Também vai existir um forte investimento da Aliança nos veículos conectados (que se vai alargar a toda a gama europeia), bem como nos veículos autónomos, com a Renault a prever apresentar até 15 modelos capazes de se conduzirem sozinhos.

Tudo isto só é possível graças à partilha de tecnologia, motorizações, baterias e plataformas com os restantes parceiros da Aliança Renault-Nissan, que inclui também a Mitsubishi, apontando para umas vendas globais de 14 milhões de unidades, número que colocaria a Aliança na liderança do mercado mundial.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site