Papa Francisco

Papa Francisco: “Os pecadores podem tornar-se santos, os corruptos não”

2.370

Para o Papa Francisco, "a clareza de um pecado é melhor do que a fraqueza do coração". Na homilia em Santa Marta, Francisco recorreu às histórias dos reis David e Salomão para criticar a corrupção.

MASSIMO PERCOSSI/EPA

O Papa Francisco disse na quinta-feira que “alguém que é corrupto não se pode tornar santo”, ao contrário dos pecadores. Na homilia da missa diária na Casa de Santa Marta, onde reside, o líder da Igreja Católica pegou na passagem bíblica referente aos reis David e Salomão para falar sobre o problema da corrupção, que diz resultar da “fraqueza do coração”.

David era um santo. E era um pecador. Um pecador que se tornou santo. Já Salomão foi rejeitado porque era corrupto. Alguém que é corrupto não se pode tornar santo. E tornamo-nos corruptos se seguirmos o caminho da fraqueza do coração”, disse o Papa.

Segundo Francisco, este aparente paradoxo — David teve uma vida difícil e cometeu pecados, ao passo que Salomão sempre procurou o caminho da sabedoria — explica-se pelo facto de David ter procurado reconciliar-se com Deus e Salomão nunca ter reconhecido as suas falhas.

“É aqui que entra o problema da ‘fraqueza do coração’. Quando o coração começa a enfraquecer, não é como numa situação de pecado, em que tu cometes um pecado e te apercebes imediatamente. ‘Eu cometi este pecado’, é claro. Mas a fraqueza de coração é uma viagem lenta, passo a passo. Salomão, adornado na sua glória, na sua fama, começou a levar esse caminho”, disse o Papa.

Para Francisco, “a clareza de um pecado é melhor do que a fraqueza do coração“. “O grande rei Salomão acabou por ser corrompido: tranquilamente corrupto, porque o seu coração estava enfraquecido”, rematou o Papa.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: jfgomes@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site