Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Paulo Rangel, eurodeputado do PSD, voltou a ser eleito como vice-presidente do grupo do Partido Popular Europeu (PP) no Parlamento Europeu. A direção da bancada parlamentar do PPE foi eleita esta quarta-feira e é encabeçada por Manfred Weber, eurodeputado alemão da CSU (partido da Baviera que integra da CDU), com dez vice-presidentes, entre eles Paulo Rangel.

O eurodeputado voltou a ser escolhido para a vice-presidência do grupo parlamentar tal como já tinha sido acontecido em 2009. Sobre a sua reeleição, o eurodeputado e cabeça de lista da Aliança Portugal, coligação entre PSD e CDS-PP, diz ser “crucial” para o país dispor de um representante “na direção do maior grupo político” no Parlamento Europeu – o PPE tem o maior número de eurodeputados com 221 assentos até agora (número pode aumentar já que ainda há deputados não inscritos). Para Rangel, este foi “um voto de confiança” dos restantes eurodeputados sobre o trabalho que desenvolveu nos últimos cinco anos em Bruxelas.

Paulo Rangel foi responsável no mandato passado pelas relações parlamentares do PPE, tendo acrescentado em 2011 a pasta da comunicação estratégica do grupo parlamentar.

 

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR