Um voo da companhia aérea russa Utair foi este sábado obrigado a abortar a sua aterragem no aeroporto de El Prat, em Barcelona, Espanha, para evitar uma colisão com um outro avião que se encontrava nesse momento a atravessar a pista.

As imagens foram captadas por um amador e rapidamente se difundiram nas redes sociais com a mensagem de que poderia ter sido o maior acidente da história daquele aeroporto, caso as duas aeronaves tivessem chocado.

Por seu turno, a AENA, empresa responsável pelos aeroportos espanhóis, começou por garantir que a aterragem se poderia ter feito sem qualquer risco, uma vez que os dois aviões se encontravam a mais de um quilómetro de distância um do outro e que a aparente proximidade dos aparelhos é um efeito de ilusão de ótica.

Já ao início da tarde, contudo, foi anunciada uma investigação que pretende apurar se, de facto, existiu um incidente e qual a gravidade do mesmo.