Cidadãos da Nova Zelândia interessados em ver as fotos de nus de celebridades pirateadas na Internet estão a ser responsabilizados por problemas no serviço de Internet que envolveu o principal fornecedor do país.

Estima-se que vários utilizadores tenham tentado aceder a ‘links’ na noite de sexta-feira, acreditando que seriam direcionados para as imagens ilícitas, mas as suas ações acabaram por instalar, inadvertidamente, ‘software’ maligno (‘malware’) que terá atraído um ataque informático.

Segundo a AFP, a empresa de telecomunicações da Nova Zelândia agora designada Spark esteve até este domingo para reparar completamente o que classificou como um “dinâmico” ataque informático que sobrecarregou o sistema que abrange mais de 600.000 clientes.

As fotos íntimas de várias celebridades, incluindo da atriz Jennifer Lawrence e cantoras Avril Lavigne e Rihanna, foram alegadamente roubadas de sistemas de armazenamento de dados da Apple ‘icloud’.

A Spark indicou através do Twitter que quando as pessoas clicaram em alguns ‘links’ instalaram inadvertidamente ‘malware’ “gerando um elevado tráfego para ‘sites’ no exterior”.

Especialistas em segurança informática da Trend Micro lançaram um alerta pouco antes do início do ataque, aconselhando a não abrir os ‘links’ relacionados com as fotos de nus de celebridades.

As autoridades da Nova Zelândia disseram desconhecer a autoria do ataque, lançado do exterior do país.