José Antonio Álvarez assume no início do próximo ano a presidência executiva do Santander, anunciou nesta terça-feira o banco espanhol. O atual administrador-financeiro ascende, assim, à liderança executiva do banco, ainda na sequência do falecimento de Emilio Botín e a nomeação da filha, Ana Patricia Botín, para “chairwoman”.

“O Banco Santander comunica que o seu conselho de administração, na sua reunião realizada esta manhã, nomeou como ‘consejero delegado’ [o equivalente em Espanha a um presidente-executivo], em substituição de Javier Marín”, notou o banco espanhol em comunicado enviado aos reguladores do mercado.

Ana Patricia Botín expressou o seu “agradecimento a Javier Marín pelo grande trabalho que desenvolveu durante 23 anos no banco e, em particular, nas suas funções como presidente-executivo”.

Com a promoção de José Antonio Álvarez, a direção financeira passa a ser assumida por José García Cantera, que era até agora diretor geral da divisão Santander Global Banking & Markets.

Bruce Carnegie-Brown será vice-presidente e o banco nomeou também Sol Daurella e Carlos Fernández como administradores independentes, “cobrindo as vagas criadas pelo falecimento de Emilio Botín e pela renúncia de Fernando de Asúa y Abel Matutes”, informa o Santander.

Poderá estar, assim, concluída a reestruturação da liderança do banco encetada pela filha de Emilio Botín, Ana Patricia Botín, que foi nomeada “chairwoman” menos de 24 horas depois de o pai ter falecido, no início de setembro.

“As nomeações surtirão efeito a 1 de janeiro de 2015 e estão sujeitas às autorizações dos reguladores relevantes”, escreve o banco em comunicado.