A EDP Renováveis acordou quinta-feira a compra de 45% do capital da EDP Renováveis do Brasil, numa transação que permitirá o controlo da totalidade do capital daquela empresa sedeada na América do Sul, revelou a elétrica portuguesa num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), esta sexta-feira.

De acordo com o documento enviado à CMVM, o acordo foi estabelecido através da assinatura de um Memorando de Entendimento assinado pelas duas empresas.

“A EDP Renováveis, S.A. (“EDPR”) e a EDP Energias do Brasil, S.A. (“EDP Brasil”) assinaram um Memorando de Entendimento (“MdE”) para a aquisição, por parte da EDPR, de 45% do capital social da EDP Renováveis Brasil, S.A. (“EDPR Brasil”) controlado pela EDP Brasil”, lê-se na informação enviada ao regulador do mercado. A concretizar-se, a transação permitirá à EDP Renováveis “controlar 100% do capital social da EDPR Brasil”.

“O preço da transação será acordado entre ambas as partes e considerará o valor atribuído à EDPR Brasil e às suas subsidiárias, sendo o mesmo certificado por uma instituição financeira reconhecida”, refere o comunicado, adiantando que “a conclusão da transação está sujeita à aprovação regulatória assim como de outras condições habituais neste tipo de operações, e deverá ocorrer até ao final do primeiro semestre de 2015”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A EDP Renováveis Brasil opera atualmente 84 MegaWatts (MW) de energia eólica e detém “236 MW referentes a projetos eólicos em fase de execução, com contratos de venda de energia (“CAEs”) de longo prazo atribuídos nos leilões de energia em 2011 e 2013″, explicita o texto.

O comunicado refere ainda que “as operações da EDPR no Brasil permitem obter exposição a um mercado com baixo perfil de risco, através da atribuição de CAEs de longo prazo, com um recurso eólico atrativo e com fortes perspetivas para o setor eólico, a médio e longo prazo”.