O certame, que se prolonga até segunda-feira, vai decorrer no Parque de Exposições da localidade, por iniciativa da Câmara de Viana do Alentejo e da Junta de Freguesia de Alcáçovas.

Os doces conventuais e palacianos, realçou hoje a organização, vão ser, tal como anualmente, as “estrelas” do evento, no qual marcam presença, este ano, 25 doceiros e doceiras de vários pontos do país. Os participantes vão “mostrar diversas iguarias de fazer ‘crescer água na boca’”, ao longo dos quatro dias da mostra, sendo esperadas “centenas de pessoas para apreciar a conceituada doçaria característica da região”.

Bolo Real, Bolo Conde de Alcáçovas, Sardinhas Albardadas e Amores de Viana vão ser os “cartões-de-visita” da Mostra de Doçaria, que tem permitido recuperar “receitas antigas que fazem parte da história e da identidade do concelho”.

No programa da edição deste ano constam iniciativas como o 3.º Concurso de Doçaria Conventual e Palaciana, que pretende preservar a doçaria tradicional portuguesa, ou demonstrações de “Cake Design”. “Numa época em que se celebra a festa da família, enquanto os pais visitam a Mostra de Doçaria, os mais novos podem dar largas à imaginação e criatividade no tradicional Laboratório do Doce, dinamizado por doceiras do concelho”, acrescentaram os organizadores.

A festa não se vai apenas fazer de doces, uma vez que o programa integra ainda várias atuações musicais, nomeadamente do grupo Perquartet Brass Ensemble e da Banda da Sociedade União Alcaçovense. Espetáculos com os Duo Encore, The Swing of Things, Quatro e Meia, Sax & Emotions, Banda Maior e grupo Saint Dominic’s Gospel Choir também estão agendados.

Recentemente classificado Património Cultural Imaterial da Humanidade, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), o cante alentejano também vai marcar presença no evento.

Três dos seis grupos do concelho, o Coral Feminino “Cantares de Alcáçovas”, o Coral “Os Trabalhadores” de Alcáçovas e o Coral Feminino e Etnográfico “Paz e Unidade” de Alcáçovas, vão atuar na mostra. A “banda sonora” do certame completa-se com o Coral da Casa do Povo de Curral das Freiras, da Madeira e o Grupo de “Cavaquinhos do Alentejo”.