Há 11 anos, entre as 7h39 e as 7h42, as estações de Atocha, El Pozo de Tío Raimundo e Santa Eugénia, em Madrid, explodiam. Dez bombas, quase em simultâneo, rebentavam. Imagens de luto, morte e ruínas de um dos dias mais tristes que a capital espanhola viveu.