3,14. Este número diz-lhe alguma coisa? E este símbolo: π? Agora olhe para a data de hoje. 3/14. É isso. Hoje é o dia do Pi, a constante matemática infinita que representa o rácio entre o perímetro de qualquer circunferência e o seu diâmetro. Este ano, a data ganha uma importância adicional. Estamos perante o dia do Pi do século. Porquê? Porque o ano 2015 permite que a data de hoje iguale os primeiros cinco dígitos da sequência. 3/14/15. A maior parte das pessoas só vive este momento uma vez na vida.

π= 3,14159 26535 89793 23846 26433 83279 50288 41971 69399 (…)

 

Se não tinha percebido que hoje é o dia do Pi, ainda vai a tempo. Mas talvez tenha perdido o momento Pi. É que às 9h26, a data e a hora continuaram a sequência em mais dois dígitos. E aos 53 segundos, a mesma história. Se ainda estava a dormir a essa hora, ou nem se quer se apercebeu de tal curiosidade e é uma daquelas pessoas que tenta registar estas coincidências para combater a ansiedade provocada pela ideia de que estes momentos não voltarão a repetir-se, este site criou um relógio que lhe vai permitir reviver a data e a hora exata. Basta ir alterando os fusos horários.

Durante a próxima semana, crianças em idade escolar por todo o mundo celebrarão a data, comendo tartes redondas (em inglês, a palavra tarte diz-se pie, que se confunde com o nome da constante matemática). Este sábado as celebrações estão nas redes sociais e em alguns textos escritos por matemáticos que, como lembrou Steven Strogatz na New Yorker, se deixam fascinar pela beleza do pi, que é a beleza de “colocar o infinito ao nosso alcance”.

https://twitter.com/KATVNews/status/576744929784918016