A polícia francesa descobriu os corpos de cinco bebés mortos numa casa no sudoeste de França, em Louchats, perto da cidade de Bordeaux, afirmou uma fonte policial à agência de notícias Associated Press, no parece ser o pior caso de infanticídio do país em cinco anos.

Depois de encontrar o corpo de um recém-nascido dentro de um saco térmico, no início desta quinta-feira, a polícia descobriu durante as buscas mais quatro corpos de bebés, dentro de um congelador.

Ainda de acordo com a Associated Press, foi o pai que encontrou inicialmente o saco térmico que continha o cadáver do recém-nascido, na casa da família.

O pai, de 40 anos, foi detido, enquanto a mãe, de 35 anos, foi hospitalizada.

A mãe alegadamente “deu à luz sozinha em casa” e foi levada para o hospital em Bordéus, para fazer exames ginecológicos e mentais. Apesar de tudo, nesta fase da investigação, a mulher não parece ter histórico de doenças mentais.

As autópsias serão efetuadas esta sexta-feira para determinar se os bebés terão nascido vivos.

O casal tem duas filhas de 13 e 15 anos.

O pior caso de infanticídio na história recente de França, ocorreu em 2010, quando uma mãe admitiu ter morto oito dos seus recém-nascidos, asfixiando-os imediatamente depois dos bebés terem nascido.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR