Há, pelo menos, uma pessoa que não gostou de ouvir que Yanis Varoufakis ia ser ministro das Finanças da Grécia. Trata-se da filha, Xenia Varoufakis, que tem 10 anos e vive em Sydney com a primeira mulher do grego. Segundo a publicação australiana “The Australian Financial Review”, citada pelo espanhol ABC, o ministro das Finanças da Grécia, que tem mais dois filhos da segunda mulher, fala todos os dias com a filha através do Skype e, nos últimos tempos, tem ouvido a filha lamentar-se pelo facto de os Persas se terem deixado derrotar por Alexandre, o Grande.

Xenia Varoufakis é o resultado de “uma situação que sempre critiquei nos casais, que muitas vezes decidem ter um filho quando se sentem a caminhar para a separação”, contou Varoufakis, numa entrevista recente citada pelo ABC. “Achava isso lamentável, até que aconteceu comigo, também… A minha (primeira) mulher tínhamos decidido separar-nos ao fim de 10 anos de casamento e, de repente, ela engravidou”, explicou o ministro grego, que deu aulas na Universidade de Sydney entre 1988 e 2000. O grego acrescenta que o casal tentou manter-se junto, “para bem da menina”. Viveram um ano em Atenas, “mas não funcionou, pelo que a mãe [que é de origem grega mas tem raízes na Austrália, decidiu regressar a Sydney e levou Xenia”.

Quase 10 anos depois, a criança fala todos os dias com o pai através da Internet, chamadas que por vezes duram mais de hora e meia. Xenia, que tem aulas de grego e História da Grécia duas vezes por semana, terá muitos amigos com ligações à Grécia já que a Austrália é o país para onde mais gregos emigraram desde o século XIX. Segundo dados citados pelo ABC, havia em 2011 378 mil pessoas de origem grega a viver na Austrália, além de 99 mil australianos nascidos na Grécia. Daí, provavelmente, que a filha não tenha ficado feliz por ouvir que o pai ia ser ministro das Finanças da Grécia, após as eleições de 25 de janeiro.