Os Estados Unidos consideraram esta terça-feira que houve “progressos suficientes” para que “valha a pena” continuar as negociações com o Irão sobre o seu programa nuclear até quarta-feira, indicou hoje a porta-voz adjunta do secretário de Estado, John Kerry.

“Fizemos, nos últimos dias, progressos suficientes para que valha a pena ficarmos até quarta-feira”, declarou Marie Harf, acrescentando que, no entanto, há ainda “várias questões difíceis” por resolver.

Este esclarecimento da porta-voz adjunta do departamento de Estado norte-americano, enviado em comunicado à imprensa que acompanha, em Lausana, as conversações entre o Irão e as seis potências, precisou declarações anteriores da Casa Branca e de responsáveis norte-americanos.

Também a França e a Alemanha referiram esta terça-feira a possibilidade de um prolongamento das conversações nucleares além da data estipulada, que termina à meia-noite.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Estamos a avançar, mas é complicado, moroso e difícil. Creio que vamos passar toda a noite aqui”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius, em declarações à imprensa no hotel Beau Rivage Palace, onde decorrem as negociações multilaterais.

Por seu lado, um negociador de alto nível do Irão no diálogo nuclear reconheceu igualmente que há ainda várias questões por resolver para chegar a um acordo sobre o programa nuclear iraniano.

“Ainda há outros assuntos que devem ser resolvidos hoje ou esta noite”, afirmou à imprensa em Lausana o diretor político do ministério dos Negócios Estrangeiros iraniano, Hamid Baidi Nejat, recordando que não haverá acordo “até que todas as questões estejam resolvidas”.