As autoridades francesas garantem que não há qualquer vídeo filmado por passageiros no interior do avião Airbus A320 da Germamwings, nem, por isso, qualquer registo dos momentos finais da queda do avião que se despenhou nos Alpes franceses, quando fazia a viagem de Barcelona, Espanha, com destino a Dusseldorf, Alemanha.

Esta terça-feira, a revista francesa Paris Match e o jornal alemão Bild diziam que tinham obtido, em conjunto, filmagens alegadamente descobertas no local onde o avião se despenhou. A Paris Match descrevia o conteúdo do vídeo, referindo que tinha 14 segundos e retratava os momentos que antecederam a queda.

Alegadamente, segundo a Paris Match, o que se podia ver era uma cena demasiado caótica para que se conseguissem identificar qualquer passageiro, mas os gritos que se podia ouvir indiciavam que quem ia a bordo terá percebido exatamente o que estava a acontecer. No entanto, e apesar de todo o detalhe relatado pela revista, as autoridades francesas garantiram à televisão norte-americana NBC que nada do que foi noticiado sobre esse vídeo é verdade.

“O vídeo reivindicado pela Paris Match é falso. É uma falsificação. Não existe tal vídeo”, afirmou um porta-voz das da Gendarmerie francesa, que disse ainda que estas notícias são “completamente erradas” e “injustificáveis”.

As autoridades acrescentam até que os telefones que foram recolhidos no local do incidente que provocou a morte a 150 pessoas ainda não começaram ser analisados.