Pelo menos cinco crianças e outros quatro civis morreram este domingo num bombardeamento numa escola em Alepo, no norte da Síria, levado a cabo pelas forças do regime sírio, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

“A aviação militar atingiu uma escola no leste de Alepo e matou cinco crianças, três professoras e um professor”, disse o diretor daquela organização não-governamental, Rami Abdel Rahman, citado por agências internacionais. Segundo Rahman, o bombardeamento fez também numerosos feridos, alguns em estado grave, o que pode vir a aumentar o número de mortos.

Alepo, segunda maior cidade da Síria, é parcialmente controlada pelas forças do regime, mas vários bairros da parte oriental da cidade estão nas mãos de grupos da oposição a Bashar al-Assad. No sábado, pelo menos 35 civis morreram durante combates entre as forças militares e os rebeldes em dois bairros do leste de Alepo.