Turismo

Comboio histórico do Douro arranca a 6 de junho e com mais viagens em 2015

25.941

CP arranca a 06 de junho com as viagens de comboio histórico na linha do Douro, com mais circulações agendadas para 2015 devido ao aumento de passageiros nos últimos anos, disse hoje fonte da empresa.

Nuno Feliz

O comboio, composto por cinco carruagens históricas de madeira datadas do início do século XX, parte do Peso da Régua, distrito de Vila Real, e segue até ao Tua, concelho de Carrazeda de Ansiães, distrito de Bragança, com vista para rio Douro e as vinhas em socalco, em pleno Património Mundial da UNESCO. As viagens vão repetir-se todos os fins de semana até 31 de outubro.

Pelo quarto ano consecutivo, a CP vai recorrer a uma máquina a diesel 1424, em vez da tradicional locomotiva a vapor. A empresa quer adaptar a máquina a vapor a uma tração a diesel em detrimento do carvão, uma intervenção que ainda não foi possível concluir.

Face “ao sucesso que este comboio tem registado nos últimos anos”, fonte da empresa disse à agência Lusa que decidiu aumentar em 2015 o número de circulações, estando previstas 30 viagens, nomeadamente 22 sábados, de 06 de junho e 31 de outubro, e oito domingos, de 16 de agosto a 04 de outubro.

Em 2014, viajaram no comboio histórico 3.416 passageiros, mais 744 do que em 2013 (mais 28%). No ano passado aumentou também a percentagem de passageiros oriundos de países estrangeiros, para os 24,9%. Em 2013, o comboio histórico realizou 13 viagens, transportando 2.672 passageiros, o que correspondeu a um acréscimo de 32% comparativamente a 2012.

Para esta época, a CP decidiu manter o preço dos bilhetes nos 35 euros para adultos, 15 euros para crianças até aos 12 anos. A empresa aposta ainda nos bilhetes combinados, que integram a viagem no comboio histórico e as viagens de ida e volta, a partir de vários pontos do país.

Esta viagem começa na estação do Peso da Régua às 15h22 e, durante todo o trajeto, haverá animação, assegurada pelo grupo de músicos, trajados à época, com cantares tradicionais da região do Douro, e ainda um brinde com vinho do Porto.

A primeira paragem é efetuada na estação do Pinhão, onde os passageiros podem ver os 25 painéis de azulejo do edifício principal e ainda visitar a loja Wine House. Após a partida do Pinhão, o passeio continua até à estação do Tua.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
António Costa

O desrespeito como forma de governar /premium

André Abrantes Amaral

Costa desvaloriza os factos, desconsidera e desrespeita as pessoas porque dessa forma se desresponsabiliza. Tal é possível porque o PS estagnou, não só a economia, mas também a essência da democracia.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)