Blatter saiu, os futebolistas reagiram no Twitter

Após a demissão de Joseph Blatter, foram muitos os futebolistas e ex-futebolistas que opinaram sobre a saída do (ainda) presidente da FIFA. Num ponto, todos convergem: já vai tarde.

i

MOHAMED MESSARA/EPA

MOHAMED MESSARA/EPA

Logo aquando da reeleição de Joshep Blatter (e mesmo quando se soube da sua intenção em recandidatar-se pela sexta vez ao cargo de presidente da FIFA) foram muitos os futebolistas, alguns no activo, outros retirados dos relvados, que se insurgiram contra o suíço de 79 anos. A sua demissão, esta terça-feira, e como não poderia deixar de ser, foi motivo mais do que suficiente para que os rostos conhecidos “da bola” reagissem no Twitter — a rede-social por eleição de todos eles.

E há reacções de todos os tipos. Se há os que são profundamente irónicos, também há os mais sérios, que exigem uma reformulação total da organização que gere o futebol mundial. Mas vamos começar pelos que já pensam na sucessão de Blatter, que, diz a FIFA, só deve acontecer lá para dezembro — ou depois.

Um deles é Rio Ferdinand — ex-Manchester United, que nem há uma semana anunciou a sua retirada do futebol, depois de uma temporada no Queens Park Rangers — e quer ver o vice-presidente da Federação Inglesa, David Gill, a concorrer ao cargo. Um outro ex-internacional inglês e capitão do Manchester United, Gary Neville, numa altura em que se especula sobre a possível candidatura do presidente da UEFA, Michel Platini, ao cargo, é lacónico e reage assim:

Mas o primeiro lugar da ironia é para um inglês, sim, que também é Gary, mas Gary Lineker, tão certeiro no Twitter como o foi nos idos tempos de ponta-de-lança. E fê-lo em dose dupla…

Quanto aos futebolistas ainda no activo, o capitão do Manchester City, o belga Vincent Kompany, quer ver alterado o sistema de votação (que o Observador já esmiuçou aqui),  uma alteração que, diz, “trará de volta a ética” ao futebol. Num registo igualmente sério, o ex-internacional francês Louis Saha até elogia o trabalho de Blatter à frente da FIFA, mas pede uma “nova era” em Zurique.

Terminamos com os “justiceiros”. E se Graeme Le Saux, de quem hoje já poucos se recordam, mas foi internacional inglês e fez a ala esquerda do Chelsea quando o clube não era a potência que é hoje, deseja ver Blatter detido…

…um craque brasileiro, bem mais planetário (e talentoso) que Le Saux, Romário, não falou no Twitter, mas no Facebook. O início da mensagem diz tudo: “Melhor notícia dos últimos tempos!” Pelo meio, pede que o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero (que não foi detido, mas viu o antecessor, José Maria Marin, ser preso em Zurique), também renuncie.

Melhor notícia dos últimos tempos! A renúncia de Joseph Blatter ao cargo de presidente da FIFA representa o início de...

Posted by Romário Faria on Terça-feira, 2 de Junho de 2015

Recomendamos

Populares

Últimas

A página está a demorar muito tempo.