Um autocarro com turistas holandeses despistou-se na Via do Infante e caiu numa vala pelas 23h de quarta-feira fazendo três vítimas mortais, três feridos graves e 28 ligeiros, segundo fonte do CDOS de Faro. O acidente aconteceu no sentido Faro-Portimão, junto a Albufeira. O autocarro seguia com 34 pessoas a bordo, 33 turistas estrangeiros, de nacionalidade holandesa, e o motorista, português.

Segundo informação avançada pela Rádio Renascença, só um passageiro saiu ileso. No local, estiveram cerca de 80 bombeiros e dois helicópteros do INEM. Foi imediatamente instalado um hospital de campanha e os hospitais da região ficaram em alerta para receber as vítimas.

O veículo caiu por uma ribanceira e terá ido parar a uma estrada secundária. Voltou-se ao contrário dificultando o resgate das vítimas. O autocarro foi retirado do local às 7h desta quinta-feira, disse à Lusa fonte da GNR de Albufeira (Faro). No local encontram-se “ainda elementos da concessionária da autoestrada para avaliar as infraestruturas”, acrescentou a mesma fonte.

O trânsito na A22 (Via do Infante) foi inicialmente cortado nos dois sentidos, mas reabriu no sentido Portimão-Faro cerca das 3 horas desta quinta-feira, constatou a Lusa no local. Às 7h30 desta quinta-feira estava a “fazer-se com normalidade”, referiu a fonte da GNR.

A operação montada pelas autoridades para assistência aos feridos do acidente ficaram terminadas cerca das 2h30, disse fonte oficial. No terreno para dar assistência às vítimas do acidente estiveram 156 operacionais, apoiados por 60 veículos.

Em declarações aos jornalistas no local, o comandante operacional distrital, Vítor Vaz Pinto, disse que um dos feridos foi transportado de helicóptero para o Hospital de São José, em Lisboa, enquanto os outros foram para o Hospital de Faro e para os Serviços de Urgência Básica (SUB) de Albufeira e Loulé.

O autocarro pertencia à empresa “Frota Azul” e transportava um total de 33 turistas holandeses que teriam chegado esta quarta-feira ao aeroporto de Faro e que se dirigiam para Armação de Pera. Fonte da Frota Azul disse à Lusa não ser ainda possível confirmar as causas do acidente.

*Notícia atualizada às 8h50 de 18/06 com mais informações