Falou antes com a família por telefone. Mas, chegado a Lisboa, o secretário-geral do Partido Socialista aproveitou a oportunidade para visitar Maria Barroso. António Costa esteve esta manhã no Hospital da Cruz Vermelha, onde a mulher de Mário Soares está internada em estado crítico.

“Maria Barroso é uma mulher muito querida de todos nós”, disse à saída do hospital, em declarações aos jornalistas. “Não só por ter sido a única mulher fundadora do PS, mas por tudo aquilo que, ao longo destes anos, dedicou ao partido. Tudo o que fez na sociedade portuguesa, como líder da cruz vermelha, educadora, deputada, à frente da sua fundação… em tudo. Como primeira-dama. Sempre foi uma mulher extraordinária que está no coração de todos nós”, continuou.

Costa dirigiu-se ao hospital lisboeta para expressar a preocupação que diz não ser só pessoal, mas de todos os socialistas: “Todos nós acompanhamos, de alguma forma, a preocupação que a família tem e que todos têm sobre a evolução do seu estado de saúde.”

Maria Barroso está em coma desde sexta-feira. A mulher do ex-Presidente da República Mário Soares deu entrada no hospital na manhã de sexta-feira, na sequência de uma queda que terá acontecido em sua casa na quinta-feira à noite. Está com uma hemorragia intra-craniana pós traumática grave e, segundo informou o Hospital da Cruz Vermelha ao Observador, o seu estado de saúde piorou nas últimas horas.