O Fundo de Resolução e o Banco de Portugal receberam três propostas vinculativas para a compra do Novo Banco, de acordo com um comunicado do Banco de Portugal que não identifica os concorrentes. Segundo informação recolhida pelo Observador, o Santander desistiu de apresentar oferta, informação que fonte oficial do grupo em Portugal se recusou confirmar, invocando regras de confidencialidade. O fundo americano Cerberus também não terá concorrido.

Isto significa que apenas três grupos apresentaram ofertas vinculativas: o fundo americano Apollo e os chineses Fosun e Anbang. Nenhum destes três candidatos é um banco. A Apollo é um fundo de investimento americano que controla a seguradora Tranquilidade. A Fosun é um conglomerado chinês que adquiriu em Portugal a Fidelidade e a Espírito Santo Saúde. A Anbang é um grupo financeiro chinês que tem uma forte presença na área seguradora.

O Banco de Portugal avaliará as propostas nas próximas semanas, à luz dos critérios de avaliação previstos no caderno de encargos do procedimento de alienação. Estas regras admitem que sejam selecionadas as melhores ofertas para uma fase de negociação. Na fase de ofertas indicativas, os concorrentes chineses terão feito as ofertas mais elevadas.