Pedro Passos Coelho está convencido que o Presidente demorará, no máximo, duas semanas a decidir o que fazer depois da queda do atual Executivo e que, depois disso, haverá um novo Governo. Esta convição foi transmitida numa conversa com o antigo presidente do Conselho Europeu, Herman van Rompuy, que foi recebido esta segunda-feira em S. Bento.

“Vive-se um tempo bastante particular, também aqui em Portugal por razões diferentes, razões melhores do que em Paris. Mas julgo que daqui a mais duas semanas a nossa situação será definitivamente clarificada. E haverá um novo Governo para negociar com Bruxelas”, afirmou o primeiro-ministro num momento em que as câmaras de televisão filmavam ao longe o início da reunião entre os dois. O momento foi transmitido pela TVI.

O Governo caiu no dia 11, com uma moção de rejeição do programa de Governo apresentada pelo PS. O Presidente começou a fazer audições para ajudar a tomar uma decisão e começou pelos parceiros sociais. Mas esta segunda e terça interrompeu as reuniões devido a uma deslocação à Madeira, que já estava prevista.