O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou o ataque a um centro comercial em Bagdad que provocou pelo menos 12 mortos,

Numa declaração divulgada na internet, o grupo ‘jihadista’ referiu que quatro dos seus membros efetuaram o ataque e referiu que cerca de 90 pessoas foram mortas ou feridas.

O EI tem reivindicado vários atentados em Bagdad contra civis xiitas.

Responsáveis pelos serviços de segurança e fontes médicas já anunciaram o fim do ataque, com um balanço provisório de 12 mortos e dezenas de feridos.

Homens armados sequestraram um número indeterminado de pessoas no centro comercial de Bagdad, onde entraram depois de fazerem explodir um veículo armadilhado na rua.

Os atacantes permaneceram até ao início da noite no interior do centro comercial no bairro de Bagdad al-Jadida, no leste da capital iraquiana.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Fonte médica confirmou de início que pelo menos oito mortos tinham sido levados para o hospital, assim como 14 feridos.