Martim Avillez Figueiredo é o segundo administrador da Impresa a renunciar ao cargo esta semana. O atual Chief Operating Officer do grupo fundado por Francisco Pinto Balsemão vai deixar de desempenhar funções já a partir de 15 de janeiro, segundo apurou o Observador. Na comunicação que foi dirigida aos colaboradores do grupo de media, aquele que será o novo CEO do grupo, Francisco Pedro Pinto Balsemão, escreve que a saída se deve a um “novo desafio profissional”.

Na Imprensa desde 2010, Martim Avillez Figueiredo era uma das apostas do ainda CEO de Pedro Norton. Foi consultor da Sonae, fundador do jornal diário i, diretor do Diário Económico, subdiretor da revista Sábado, jornalista na Grande Reportagem e no semanário O Independente. No grupo que detém o Expresso, Visão e as televisões SIC e SIC Notícias, Avillez Figueiredo assumiu o cargo de diretor de novos negócios, tendo integrado a comissão executiva do grupo em 2013.

A notícia chega dois dias depois de se saber que Pedro Norton vai ser substituído por Francisco Pedro Pinto Balsemão, filho do segundo casamento do fundador do grupo, com Maria Mercedes Aliu Presas (Tita). O novo CEO do grupo Impresa é membro da comissão executiva desde 2012. A partir de 6 de março, passa a liderar o grupo que detém o jornal Expresso, fundado pelo pai em 1973. Tem 35 anos. Como vice-presidente do grupo, mantém-se o irmão, Francisco Pinto Balsemão.