Amor e Sexo

As piores frases de engate de sempre

1.105

Antes de haver namoros, há conquistas. Ou pelo menos, tentativas. Nas vésperas de mais um Dia de São Valentim, reunimos as piores dicas de engate já ouvidas. Se está solteiro, pode riscá-las da lista.

Andreia Reisinho Costa/Observador

Acreditas em amor à primeira vista ou tenho que passar por aqui outra vez?”

Esta é uma das frases clássicas que Catarina Teixeira, de 21 anos, ouviu numa das últimas saídas à noite. Estava numa discoteca a dançar com as amigas quando tentaram meter conversa pela primeira vez. Como resposta à interrogação seguiu-se um revirar de olhos que poderia ser facilmente evitado se a pergunta fosse um modesto “Olá, como te chamas?”. Não demorou muito tempo até o rapaz, também ele na casa dos 20, desistir da conquista. Já Luciana Pereira, de 21, foi abordada num bar por um homem mais velho com um comentário mais atrevido. “És como um helicóptero: gira e boa”, ouviu nessa noite. “Fico sempre sem saber o que dizer mas também acho que não merecem resposta”, confessa.

Atualmente, as “propostas de teor sexual” já valem pena de prisão até um ano ou três — caso sejam dirigidas a menores de 14 anos. No entanto, até as frases de engate evoluíram com a alteração legislativa. O tradicional “tantas curvas e eu sem travões” foi substituído por um arriscado “por ti não me importava de ir para a prisão”. Sem esquecer o icónico “ó joia, anda aqui ao ourives” que está a ser substituído pelo popular “doeu muito quando caíste do céu?” (uma forma de chamar anjo a alguém com a mesma facilidade com que diz santinho a quem espirra).

Para que passe o próximo Dia de São Valentim bem acompanhado, selecionámos as piores frases de engate em toda a história da sabedoria popular. Se faltar alguma, partilhe nos comentários qual foi a conquista mais bizarra que já ouviu até hoje.

  • Que pernas tão bonitas. A que horas abrem?
  • Ó fêvera! Junta-te aqui à brasa!
  • Ó joia! Anda aqui ao ourives.
  • Usas cuecas TMN? É que tens um rabo que é um mimo!
  • Ó flor… Dá para pôr?!
  • Ó estrela, queres cometa?
  • Andas na tropa? É que já marchavas.
  • Contigo… era até achar petróleo!
  • Posso tocar no teu umbigo… por dentro?
  • Tens um rabo que parece uma cebola. É de comer e chorar por mais!
  • Sabes onde ficava bem essa roupa? No chão do meu quarto…
  • Com umas boias dessas o Titanic não tinha ido ao fundo.
  • Posso pagar-te um copo ou preferes dinheiro?
  • Tanta carne e eu em jejum…
  • Não és ave-maria, mas és cheia de graça!
  • Estou a lutar desesperadamente contra o impulso de fazer de ti a mulher mais feliz do mundo.
  • O teu pai deve ser terrorista porque és cá uma bomba!
  • Perdi a chave da minha casa, posso ir dormir na tua?
  • Com uma montra dessas… Imagino como é que é o armazém!
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Crónica

Antes de trair alguém leia isso

Ruth Manus
167

Quando se é traído, nasce em nós um verdadeiro trauma, uma sequela. Não se trata da memória daquele incidente, mas de uma espécie de desconfiança eterna que passa a nos rondar.

Mundial 2018

O dia em que o Panamá marcou um golo /premium

Bruno Vieira Amaral

É incrível como um jogo sem história – tal a diferença entre as duas equipas – acaba por ser histórico. Essa é uma das magias do Mundial, a dos pequenos prazeres estatísticos que proporciona.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)