O que pensa sobre fazer download de todas as temporadas da série “Game of Thrones”, e em HD, em um segundo? Parece impossível e, ao mesmo tempo, um sonho. Mas é o que um grupo de investigadores britânicos alegam conseguir depois de descobrirem uma forma de enviar dados 50 mil vezes mais rápido do que a média de velocidade de banda larga.

Os cientistas da Universidade College de Londres desenvolveram assim um novo equipamento de fibra ótica que pode enviar dados a uma velocidade de 1.125 terabytes por segundo.

Ou seja, a velocidade, que a concretizar-se constitui um recorde mundial, permite transferir séries de televisão inteiras numa fração de segundo. Em termos de comparação, e tendo em conta que a média de velocidade da banda larga em Portugal é de 8 megabytes por segundo, este processo demoraria à volta de duas horas na maioria das casas do país.

Citados pelo Telegraph, os investigadores, que publicaram os resultados no jornal Scientific Reports, dizem que a tecnologia deste “super-canal” pode revolucionar as redes de banda larga e criar a “próxima geração de sistemas de comunicação de grande capacidade”.

A equipa de cientistas pretende agora testar o novo sistema para confirmar se este pode ser utilizado fora do laboratório. Ou seja, o objetivo será verificar se os dados podem ser transportados com sucesso através das dezenas de milhares de fibras óticas presentes em todo o Reino Unido – e no resto do mundo. Só depois se poderá pensar em comercializar este novo equipamento.