O Ministro da Saúde brasileiro, Marcelo Castro, disse esta terça-feira após uma reunião com 24 representantes de países da União Europeia, que o vírus zika não vai inviabilizar a realização dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

“Estamos dizendo, com bastante segurança, que as Olimpíadas não terão nenhuma dificuldade para serem realizadas”, afirmou.

O governante brasileiro recordou ainda que a população de ‘Aedes aegypti’, mosquito transmissor do vírus zika, da Dengue e da Chikungunya, costuma ter uma forte queda no inverno, quando os atletas estarão a competir.

As autoridades brasileiras esperam que além desse fator sazonal, ações de combate ao mosquito como a mobilização nacional realizada no país no último sábado façam a população do vetor ser ainda menor durante os Jogos.

Castro também recomendou que os turistas estrangeiros adotem os mesmos cuidados de prevenção que os brasileiros, como, por exemplo, a aplicação recorrente de repelente e uso de roupas claras e compridas para cobrir grande parte do corpo.