O tiroteio desta madrugada num bar gay em Orlando vitimou pelo menos 50 pessoas e feriu outras 53. Mesmo que os números cresçam com o passar do tempo e o avançar da investigação, este continua a ser o pior tiroteio em massa em solo norte-americano. Atrás dele está o incidente na Virginia Tech University, que em 2007 vitimou 33 pessoas.

A propósito disso, o Washington Post fez uma cronologia dos tiroteios mais mortais nos EUA, que aqui reproduzimos.

1949, Camden, New Jersey
Um veterano da Segunda Guerra Mundial, de nome Howard Unruh, dispara tiros na rua, matando 13 pessoas.

1966, Austin
Um homem chamado Charles Whitman dispara, a partir de uma torre, para o campus da Universidade do Texas e tira a vida a 18 pessoas.

1982, Wilkes-Barre, Pennsylvania
Escreve o Washington Post que George Banks mata cinco dos seus filhos, bem como outras oito pessoas.

1984, San Ysidro, San Diego
Um homem chamado James Huberty entra num estabelecimento da cadeia McDonald’s e começa a disparar. Tira a vida a 21 pessoas.

1986, Edmond, Oklahoma
O funcionário dos correiros Patrick Sherrill mata 14 pessoas no seu local de trabalho.

1990, Jacksonville, Florida
James Pough mata ao todo 10 pessoas.

1991, Killeen, Texas
George Hennard vai de encontro a um café, ao volante do seu camião, e abre fogo. Dispara mortalmente sobre 23 pessoas.

1991, Littleton, Colordo
Um total de 15 pessoas morreram (incluindo os dois assassinos) no Columbine High School, naquele que é o tiroteio mais mortal de sempre num liceu norte-americano.

1999, Atlanta
Mark Barton mata nove pessoas em corretoras, depois de ter ceifado a vida a três familiares.

2005, Red Lake, Minnesota
Jeffrey Weise mata membros da sua família e, posteriormente, estudantes do liceu local. Ao todo morrem nove pessoas.

2007, Blacksburg, Virginia
32 pessoas morrem num tiroteio na Virginia Tech University. Até agora era o tiroteio mais mortal na história dos EUA.

2009, Fort Hood, Texas
Nidal Hasan mata 13 pessoas numa base militar.

2009, Binghamton, Nova Iorque
Jiverly Wong assassina 13 pessoas num pequeno centro de serviços de imigração.

2009, Geneva County, Alabama
Um homem de nome Michael McClendon tira a vida a 10 pessoas, incluindo um bebé.

2012, Newtown, Connecticut
Adam Lanza tira a vida a 20 crianças na escola primária Sandy Hook.

2012, Aurora, Colorado
James Holmes dispara durante uma sessão de cinema noturna. Mata 12.

2013, Washington
Aaron Alexis mata 12 pessoas com uma espingarda.

2015, San Bernardino, Califórnia
Marido e mulher tiram a vida a 14 pessoas durante uma festa.

2015, Roseburg, Oregon
Chris Mercer tira a vida a nove pessoas durante um tiroteio em Oregon.

2015, Charleston, South Carolina
Dylann Roof, com apenas 21 anos, dispara sobre um grupo de pessoas, matando nove, durante um encontro numa igreja metodista da comunidade negra de Charleston.

2016, Orlando
Um homem entra num bar gay e tira a vida a 50 pessoas, ferindo outras 53. É o pior tiroteio de sempre em solo norte-americano.