As últimas semanas têm sido complicadas para a gigante sul-coreana. Com os problemas que fizeram explodir alguns dos novos Galaxy Note 7, a Samsung procedeu à recolha mundial dos dispositivos já vendidos para que o problema pudesse ser analisado e resolvido.

Os Note 7 reparados começaram a voltar às mãos dos consumidores mas, entretanto, novos problemas surgiram nesses mesmos equipamentos.

A YTN – uma estação televisiva sul-coreana – informou que alguns dos utilizadores do modelo reparado do Note 7 estão com alguns problemas de descarregamento acelerado da bateria, assim como com o carregamento propriamente dito.

Segundo a estação televisiva, um utilizador não conseguiu carregar a bateria acima dos 10% ao fim de uma noite inteira ligado à corrente. A YTN testou um dispositivo problemático e, em apenas 39 minutos, o Note 7 perdeu 26% da carga total da bateria. Neste último caso, a carga caiu dos 100% aos 0% em cerca de duas horas e meia.

Até agora estes problemas apenas foram detetados na Coreia do Sul, sendo que nas outras regiões onde o smartphone voltou a estar disponível ainda não se registaram quaisquer queixas referentes a estes novos problemas com a bateria.

A Samsung espera que o Galaxy Note 7 volte às prateleiras no próximo mês de outubro, contando que dia 1 já esteja à venda na Coreia do Sul.