A agência dos EUA para a segurança dos produtos de consumo anunciou hoje a chamada formal de cerca de um milhão de smartphones Samsung Galaxy Note 7 depois de vários incidentes com baterias que se incendeiam.

O fabricante de eletrónica sul-coreano recebeu 92 relatórios de casos de sobreaquecimento de baterias, ocorridos nos EUA, incluindo 26 relativos a incêndios e 55 a estragos materiais, incluindo incêndios em carros e garagens, especificou a comissão no aviso em que anunciou oficialmente a chamada dos instrumentos de écran grande, também conhecidos como ‘phablets’.