Foi no Salão Automóvel de Paris, actualmente a decorrer, que a Ferrari anunciou a intenção de comemorar os 70 anos de existência de uma forma original: recuperando a imagem de 70 modelos que fizeram a história da marca do cavallino rampante, para a replicar nos produtos que hoje em dia comercializa.

Assim, e a par dos “obrigatórios” badges alusivos aos 70 anos, vai ser possível adquirir, por exemplo, um (e apenas um) 488 com a mesma cor verde vivo metalizado e o número 25 na porta que o britânico David Piper e o seu Ferrari 365 P2 imortalizaram com as duas vitórias consecutivas nas 9 Horas de Kyalami, em 1965 e 1966. Ou, porque não, um F12 Berlinetta com a mesma decoração que tinha o 250 GT Berlinetta SWB conduzido por Sterling Moss aquando da conquista do Tourist Trophy, em 1961.

Apesar da garantia de que haverá apenas uma unidade de cada modelo com um determinado visual, esta solução não deixará de permitir ao construtor italiano oferecer um total de 350 unidades de aniversário, todas elas com decorações diferentes e feitas especialmente por medida.

Por saber fica qual será o diferencial de preço entre estas versões especiais e os modelos ditos “normais”. Mas isso, ao que parece, também não interessa muito: é que das 350 unidades previstas, já não há sequer uma para amostra. Todas têm já dono destinado.