Quer esquecer um ex-namorado? Fácil, vá queimar sutiãs: parece que a lingerie acumula energias negativas e memórias de paixões antigas. Não, isto não é um estudo científico. E sim, Gwyneth Paltrow voltou a fazer das suas. Não bastasse o site de lifestyle Goop, criado pela atriz em 2008, já ter recomendado coisas tão atípicas como picadas de abelhas em prol da beleza e vaporizar a vagina sabe-se lá porquê, agora a ideia é queimar a roupa interior, como uma espécie de ritual de purificação de maneira a ultrapassar uma relação.

Ao contrário do que se possa pensar, este não é um manifesto feminista — apesar de a queima de sutiãs nos anos 1960 ter estado erradamente conotada com o movimento –, mas sim mais uma das sugestões do site da atriz que prometem fazer furor, tal como daquela vez em que Paltrow tentou viver à base de senhas alimentares durante uma semana e foi duramente criticada na internet (a experiência foi inclusivamente chamada de “turismo de pobreza”).

A recomendação publicada no site é de uma perita em relações de nome Suzannah Galland que, ignorando o facto de os sutiãs serem particularmente dispendiosos (e não só), afirma que o ritual é uma forma de nos livrarmos da desconfiança do passado e de “receber um novo amor na nossa vida”.

A lingerie que usou com ex-amantes consegue reter resíduos tóxicos dessas mesmas relações, mas também memórias dolorosas”, lê-se no Goop.

Se já revirou os olhos ao ler o artigo até agora, prepare-se: Galland dá dicas de como fazer o ritual, idealmente em noite de lua cheia:

  • Encontre um sítio seguro onde possa acender uma fogueira;
  • Antes de começar, escreva algumas palavras ou recite uma oração para ajudá-la a libertar-se das más energias e a perdoar mais facilmente;
  • Atire a lingerie para o fogo, uma peça de cada vez;
  • Observe atentamente como as peças queimam — aparentemente a queima de roupa ajuda a “libertar” o seu futuro.