O primeiro-ministro assinou esta sexta-feira um despacho ordenando à ministra da Administração Interna que providencie junto da Secretaria-Geral do seu ministério um “cabal esclarecimento” sobre as falhas ocorridas na rede SIRESP, entre sábado e terça-feira.

“Tendo em conta esta descrição, deve a ministra da Administração Interna providenciar junto da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna e da SIRESP, SA o cabal esclarecimento do sucedido”, refere o despacho, a que a agência Lusa teve acesso, com data desta sexta-feira, assinado pelo primeiro-ministro, António Costa.

Como falhou o SIRESP? Os esclarecimentos da Proteção Civil, minuto a minuto

Este despacho surge na sequência da resposta da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) ao primeiro-ministro, assumindo as falhas na rede SIRESP, entre sábado e terça-feira, no teatro de operações de combate ao incêndio de Pedrógão Grande, mas alegando que foram supridas por “comunicações de redundância”.

Segundo fonte do gabinete do primeiro-ministro, António Costa assinou este despacho logo que “atualizou a sua informação” após chegar ao seu gabinete.

As contradições sobre a falha do SIRESP